Limpeza de Caixa D’água em Osasco

Limpeza de Caixa D’água em Osasco: Por Que é Importante?

Você sabia que a limpeza de caixa d’água em Osasco é um tipo de serviço essencial em residências, edifícios, empresas e indústrias? Isso  porque está diretamente relacionado à qualidade da água que chega até sua casa, e consequentemente, relacionado à sua saúde, dos seus familiares e colaboradores.

Embora algumas pessoas achem que é um tipo de limpeza que pode ser deixada para depois, isso é um erro. É necessário manter uma certa regularidade para garantir um ambiente adequado e livre de bactérias. Nesse  artigo, vamos mostrar por que é importante fazer a limpeza de caixa d’água, qual a frequência e muito mais.

Por  que é importante fazer a limpeza de caixa d’água em Osasco?

Com certeza o motivo mais importante para fazer a limpeza de caixa d’água em Osasco é para evitar a contaminação da água, e com isso, prevenir uma série de doenças.

Você sabia que muitas doenças são causadas pela contaminação da água?

E tudo isso pode ser evitado se você tomar alguns cuidados, por exemplo, manter sempre a caixa d’água tampada e fazer uma limpeza periódica.

Embora não seja um serviço muito complicado, o melhor é contratar uma empresa especializada por que sabe como fazer a limpeza da forma mais adequada e tomam todas as medidas de segurança.

Voltando para a importância da limpeza de caixa d’água:

Você deve saber que a água, até chegar às nossas casas, passa por uma estação de tratamento.

E fica armazenada na caixa d’água e assim a usamos para banhos, preparo de alimentos, limpeza da casa, lavar as roupas, enfim, para todas as necessidades básicas.

Só que para que essa água permaneça apropriada para atender a todas essas necessidades, é necessário tomar alguns cuidados, como estar sempre tampada e fazer sua limpeza e desinfecção.

Veja a seguir o que acontece quando não há a limpeza de caixa d’água.

O que acontece se não fizer a limpeza de caixa d’água

Além de causar doenças como verminoses, diarreia, hepatite, febre tifoide, entre outras, se não fizer a limpeza de caixa d’água também pode levar a:

  • Entupimento por conta da sujeira acumulada no fundo do reservatório;
  • Aparecimento de bactérias que causam problemas de saúde
  • No caso da caixa descoberta, pode ser usada como criadouro para o mosquito da dengue e chicungunya, por exemplo.

Viu como é essencial fazer a limpeza de caixa d’água em Osasco com regularidade?

Dessa forma, você estará prevenindo uma série de transtorno, especialmente doenças.

Isso acontece porque muitas doenças são transmitidas pela ingestão de alimentos contaminados ou a água, seja a usada no preparo dos alimentos ou mesmo a que chega nas torneiras e chuveiros, causando problemas de pele.

Então, não adie mais a limpeza da caixa d’água. Entre hoje mesmo em contato com uma empresa especializada.

Com que frequência devo fazer a limpeza de caixa d’água em Osasco

A agência de Vigilância Sanitária – ANVISA -, recomenda o seguinte:

  • Em residências, a limpeza deve ser feita, pelo menos, a cada 6 meses;
  • Em condomínios, comércio e indústrias, os reservatórios de água devem ser esvaziados e limpos a cada 6 meses.

Apesar da recomendação da ANVISA ser de 6 em 6 meses, esse intervalo pode ser menor conforme a qualidade da água.

O ideal é agendar uma visita com uma empresa especializada para avaliar a necessidade e  frequência da limpeza da caixa d’água.

Vale lembrar que existe uma lei que exige a limpeza periódica das caixas d’água em condomínios, hospitais, escolas, etc., e se não o fizer além de o estabelecimento correr o risco de receber uma multa, estará prejudicando a saúde das pessoas.

É possível limpar a caixa d’água sem a ajuda de uma empresa especializada

Até é possível, mas não é o mais recomendado, e por quê?

Porque é preciso usar roupas adequadas e a pessoa ser treinada para trabalhar em espaços confinados ou em altura.

Geralmente, os profissionais responsáveis pela limpeza de caixa d’água em Osasco usam equipamentos de proteção individual para evitar a contaminação.

Lembrando que, após a limpeza, é preciso enviar uma amostra da água para laboratório e se estiver tudo ok, o estabelecimento recebe um documento de higienização.

Essa amostra é enviada para laboratório para realizar um teste de potabilidade, que nada mais é do que uma análise para verificar se existe algum micro-organismo presente que pode prejudicar a saúde das pessoas.

E você só recebe o certificado se a água estiver em perfeitas condições de consumo.

Como é feita a limpeza de caixa d’água

Agora que você já viu como é importante fazer a limpeza de caixa d’água, como é feita essa limpeza?

Antes de mais nada, é importante tomar cuidado para não usar materiais que danifiquem as paredes da caixa d’água ou cisterna, e o ideal é usar o sistema de hidrojateamento de alta pressão.

Isso porque permite remover toda a sujeira acumulada, tanto do fundo como das paredes da caixa d’água.

E os resíduos que ainda restarem, podem ser retirados por aspiração e depois é preciso fazer a desinfecção do reservatório.

Essa é uma das maneiras mais eficazes de fazer a limpeza, mas dependendo do tamanho, a empresa especializada pode usar outras técnicas.

O mais importante aqui é manter a frequência da limpeza e contar sempre com a ajuda de profissionais treinados.

Por isso que vale a pena contratar uma empresa que conte com uma equipe treinada para fazer essa limpeza.

Vale a pena contratar uma empresa para fazer a limpeza de caixa d’água em Osasco

Depois de tudo o que você soube até aqui, é claro que vale a pena contratar uma empresa para fazer a limpeza de caixa d’água em Osasco.

Além de contar com uma equipe experiente, dispõe dos equipamentos apropriados para realizar a limpeza de forma mais eficaz possível.

E também é responsável por coletar uma amostra da água e enviar para análise bacteriológica.

No caso de apresentar algum problema, eles são capacitados para instruir o cliente quanto à melhor ação a tomar.

Mas se os testes estiverem dentro da normalidade, eles emitem um certificado de higienização, o que é obrigatório por lei.

Então, não adie mais a limpeza da caixa d’água, seja de sua casa, condomínio ou empresa. Caso contrário, poderá ter muitos problemas no futuro, principalmente questões de saúde.

Não se esqueça de limpar o reservatório de 6 em 6 meses e estar sempre realizando testes na água, e se perceber que está contaminada, o quanto antes tentar resolver, melhor.

Limpeza de caixa d’água em Osasco com melhor preço de região Oeste de SP

Limpeza de caixa d’água em Osasco com melhor preço de região Oeste de SP. Na Osascenter, oferecemos serviços profissionais, confiáveis ​​e econômicos de limpeza de caixa de água para tudo, desde pequenas caixa domésticos até grandes e complexos sistemas comerciais. Sabemos a importância da manutenção de uma cisterna limpa não só para os responsáveis ​​pelo edifício, mas para a saúde, segurança e bem-estar de quem a visita, trabalha ou reside.

Limpeza de caixa d’água em Osasco com atendimento 24 horas

Limpeza de caixa d'água em Osasco

Tanques de armazenamento de água fria

Os reservatórios de armazenamento de água fria podem ser comumente encontrados em casas, residências, escritórios, escolas, hospitais, edifícios comerciais, fábricas, propriedades industriais, centros de lazer e muitos mais. Eles são usados ​​para armazenar uma grande quantidade de água que é usada para abastecer o edifício e o tanque é então reabastecido em uma taxa constante com o abastecimento de água da rede elétrica.

Eles podem ser usados ​​para armazenar água para torneiras quentes e frias, bem como água potável, lavagem de carros, produção de fábricas, descarga de vasos sanitários, sistemas de aquecimento de água e várias outras aplicações.

Por que a limpeza do tanque de água é importante?

Com o tempo, as caixa de água podem ficar contaminados com poeira, sujeira, sedimentos, detritos, mofo, ferrugem, corrosão, lama, biofilme e vários tipos de bactérias, incluindo a Legionella potencialmente letal. Esta bactéria mortal pode prosperar em tanques de água nas condições certas e pode levar

a um surto de doença do legionário que é extremamente perigoso para a saúde das pessoas, com a recuperação por vezes demorando um ano ou, em alguns casos, sendo fatal. É importante realizar inspeções regulares de seus tanques de água para ajudar a determinar se eles estão limpos, seguros e livres de contaminantes e bactérias prejudiciais como a Legionella.

A limpeza profissional de caixa D’água é uma parte essencial do controle da legionela e da higiene da água, que ajuda a remover impurezas, sujeira, detritos e bactérias para garantir que o tanque esteja limpo, seguro e compatível.

O que o processo de limpeza da caixa envolve?

O processo da Limpeza de caixa d’água em Osasco pode variar ligeiramente dependendo do tamanho, tipo e complexidade da caixa D’água, instalações e sistema de água envolvido. Por causa disso, nossos especialistas sempre iniciarão o processo com uma avaliação de risco completa do tanque e da área ao redor para ajudar a colocar em prática um plano claro e abrangente de quais limpezas precisam ser feitas. A Limpeza de caixa d’água em Osasco doméstico e comercial exigirá que a água existente seja drenada e limpa de quaisquer depósitos de contaminantes acumulados que possam ter se acumulado no tanque de água.

Em seguida, usamos os métodos, técnicas e produtos químicos de desinfecção mais recentes para garantir que as caixa sejam limpas com os mais altos níveis de higiene. Isso também pode incluir raspagem, jato de areia e escova de aço quando necessário, após o que será desinfetado, geralmente com peróxido de hidrogênio estabilizado com prata.

Durante a limpeza dos reservatórios de água procuraremos sempre minimizar eventuais perturbações ao edifício e aos que nele se encontram, realizando as obras de forma rápida e eficiente no momento que lhe for mais conveniente. No final da nossa visita, iremos fornecer-lhe a documentação e papelada necessária para que os seus registos guardem como prova e um registo de manutenção.

Como posso saber se minha caixa de água precisa de limpeza?

Pois há um prazo definitivo sobre a frequência com que as caixa de água devem ser limpas e a frequência é a cada 6 meses. No entanto, há certas coisas que, se ocorrerem, exigirão que o tanque seja limpo, incluindo;

Limpeza profissional de Limpeza de caixa d’água em Osasco

Na Osascenter, nossos serviços de limpeza de caixa de água domésticos e comerciais fornecem aos nossos clientes a tranquilidade de saber que seus sistemas de água são seguros, limpos e cuidadosamente monitorados para garantir que estejam em conformidade e cumpram os requisitos legais.

Se você tiver alguma dúvida ou quiser saber mais sobre nossos serviços de limpeza de Limpeza de caixa d’água em Osasco, não hesite em entrar em contato e um de nossos assessores terá prazer em ajudar. Em alternativa, preencha o formulário acima para obter um orçamento gratuito e sem compromisso para a Limpeza de caixa d’água em Osasco.

Serviços de Limpeza de caixa d’água em Osasco

A Osascenter fornece limpeza comercial de tanques de água para edifícios de todas as demandas, como fábricas, escritórios, centros de lazer e propriedades administradas. Em prédios com pessoas com maior risco de doença dos legionários, como asilos, é ainda mais vital verificar e limpar os tanques de água regularmente.

A experiência que Osascenter ganhou como especialista no controle higiênico para instalações de serviços de construção garante que os sistemas de água estarão em conformidade com as mais recentes Diretrizes de Saúde e Segurança e evitarão qualquer violação dos regulamentos atuais. Nossa experiência e conhecimento garantem que a limpeza do tanque comercial seja completa e que a limpeza e desinfecção sejam feitas de forma completa e segura para evitar contaminação.

Os métodos mais recentes de técnicas de desinfecção e produtos químicos de desinfecção modernos para nossos serviços comerciais de limpeza de caixa para garantir um nível superior de higiene, removendo camadas de biofilme conhecido por abrigar a bactéria legionella, embora seja mais segura, ecológica e com melhor custo-benefício. Na conclusão de cada contrato, um certificado de conclusão é emitido para seus registros de monitoramento e para fornecer para inspeção.

Saiba mais sobre o  controle da Legionella.

Uma vez que um sistema de armazenamento de água tenha recebido uma renovação do Osascenter, os tanques devem ser examinados anualmente para cumprir os regulamentos e, em seguida, quando necessário, limpos e desinfetados. É uma operação muito mais econômica para fazer a manutenção de um tanque que já foi trazido à condição original. Na conclusão de cada contrato, um certificado de conclusão será emitido.

Serviços de renovação de tanques de água Osascenter

Os tanques de água são recondicionados in situ usando raspadores de carboneto de tungstênio especiais para soltar e remover óxido aderido, incrustações e detritos. As paredes do tanque são lavadas e secas antes da aplicação de revestimentos especiais testados e comprovados que podem ter uma garantia vitalícia. Novas tampas, isolamento, overflows e respiros blindados são instalados e modificações na tubulação são feitas para retificar a estagnação. Os tubos de ventilação de água quente são direcionados para longe dos tanques para um distribuidor para evitar o risco de elevação da temperatura da água fria.

Quando necessário, a Osascenter fornecerá tanques temporários ou sistemas de desvio para manter um suprimento de água constante, de forma que nenhum período de desligamento seja necessário. Alternativamente, o trabalho é realizado em horários que causam o mínimo de perturbação para aqueles que usam o sistema de água.

Uma vez que um sistema de armazenamento de água tenha recebido uma renovação do Osascenter, os tanques devem ser examinados anualmente para cumprir os regulamentos e, em seguida, quando necessário, limpos e desinfetados. É uma operação muito mais econômica para fazer a manutenção de um tanque que já foi trazido à condição original. Na conclusão de cada contrato, um certificado de conclusão será emitido.

Quanto tempo leva para limpar uma caixa de água?

O tempo que leva para concluir a limpeza de tanques domésticos ou comerciais depende do tamanho do tanque e de quão sujo ele está e é de fácil acesso. O tempo médio que normalmente leva é cerca de três a cinco horas, mas podemos fornecer uma estimativa melhor sobre a inspeção do tanque de água e ficaremos felizes em explicar nosso processo para a abordagem de limpeza do tanque de água que consideramos melhor e mais eficaz para o tipo de sedimento que se acumulou dentro do tanque de água.

Com que freqüência os tanques de água comerciais e os tanques de armazenamento de água fria devem ser limpos?

A frequência com que um tanque de água deve ser limpo dependerá dos resultados da inspeção anual do tanque de água, que podemos fornecer a você como parte de nossos serviços. Isso nos permitirá avaliar o quão limpo está o tanque de água e se ele precisa ser limpo agora ou nos próximos doze meses.

Para a maioria dos tanques de água, a limpeza é necessária a cada dois a três anos, pelo menos, dependendo do acúmulo de sedimentos; Recomenda-se que os tanques de água que fornecem serviços de água potável sejam limpos e desinfetados anualmente para manter o nível de limpeza higiênico necessário. Fatores como tela defeituosa de insetos / vermes no transbordamento e / ou isolamento térmico danificado podem contribuir para o acúmulo de sedimentos. Você também pode ser mais suscetível à água estagnada se o seu tanque de água for muito grande para ser usado no prédio.

Quais produtos químicos são usados ​​para limpar um reservatório de água?

O produto químico preferido para desinfecção usado por Osascenter é o peróxido de hidrogênio de prata estabilizado, que tem um histórico de uso no controle da bactéria Legionella em sistemas de água.

O peróxido de hidrogênio (H2O2) é um agente oxidante que é um desinfetante eficaz contra bactérias, vírus, amebas, fungos e algas; a adição de um composto de prata garante um efeito de desinfecção duradouro.

As vantagens de usar peróxido de hidrogênio de prata como desinfetante são;

Desinfetante poderoso, altamente eficaz e de amplo espectro que é estável e seguro

É um bio-dispersante, então pode efetivamente remover o biofilme das superfícies do sistema de água

É isento de cloro e álcool, sem efeitos corrosivos nos materiais de construção usuais do sistema de água

Após o uso eficaz no processo de desinfecção, o produto químico se degrada em água e oxigênio inofensivos e, portanto, não há necessidade de neutralização

A eficácia do produto químico não é comprometida por altas temperaturas

Eficácia não comprometida pelo pH da água

A água dosada, se usada para beber, ainda pode ser consumida enquanto o produto químico (se dosado de acordo com as instruções do fabricante) permanece no sistema.

Sem odor, cor e sabor

Os riscos

Fontes de água estagnadas e de baixa circulação podem ser um terreno fértil em potencial para bactérias indesejáveis ​​e prejudiciais. A estagnação pode ser causada por uma série de fatores, incluindo subutilização da água, uso de um tanque excessivamente grande e problemas no sistema de água causando bloqueios ou fluxo insuficiente. Deixando esses fatores de lado, sempre haverá alguma estagnação nas caixas d’água, portanto, a limpeza e desinfecção regulares são essenciais, mesmo que esses riscos sejam baixos.

Tanques de armazenamento de água fria também são uma fonte comum de nutrientes para biofilme e bactérias, incluindo Legionella. Com o tempo, um tanque sujo pode desenvolver ferrugem, sedimentos e lodo; tanques não controlados podem até ficar contaminados com matéria orgânica, como folhas e, em casos extremos, pequenos animais. Outro risco são os detritos vindos da rede elétrica. O tanque pode atuar como uma área de captação de detritos, fazendo com que ele abrigue nutrientes e bactérias.

Procedimento de limpeza do tanque de água doméstico

O seguinte procedimento foi concebido para cumprir os requisitos da BS8558: 2015 ‘Guia para a concepção, instalação, teste e manutenção de serviços de abastecimento de água para uso doméstico em edifícios e seus curtilages’.

Antes que você comece:

Certifique-se de que a equipe de limpeza do (s) tanque (s) de água seja devidamente treinada, certificada e tenha o equipamento de EPI correto.

Verifique a Avaliação de Risco antes de trabalhar para familiarizar os técnicos e Pessoas Responsáveis ​​com os perigos associados à tarefa, ativo (s) e como reduzir ou controlar quaisquer riscos identificados.

Informe / comunique com todos os usuários do edifício que o trabalho de limpeza está prestes a acontecer (use sinais conforme apropriado para reduzir ou prevenir o uso de chuveiros / torneiras durante o trabalho).

Fotografe a condição do tanque de água antes de iniciar o trabalho.

É necessária uma lavagem de pré-desinfecção.

A entrada do tanque deve ser isolada para que o tanque possa ser drenado e inspecionado.

Todas as bombas auxiliares associadas ao sistema / tanque também devem ser isoladas da fonte de alimentação da rede elétrica.

Esvaziar e limpar o tanque:

Esvazie o tanque (para drenar ou de acordo com a licença de descarte de resíduos, conforme aplicável).

Tire uma foto do tanque vazio para o Livro de Registro.

Entrada no tanque – se a entrada for necessária, dois técnicos devem estar presentes e as regras, regulamentos e procedimentos de segurança em espaço confinado devem ser seguidos.

Limpeza – raspe manualmente todas as superfícies internas e aspire o chão e as paredes com um aspirador úmido. Toda sujeira e detritos visíveis devem ser removidos. Quaisquer sinais de danos, corrosão, escama, descamação, manchas pretas e deficiências (por exemplo, telas de roedores ausentes, ventilações de fluxo cruzado, etc.) devem ser observados.

Encha e enxágue o tanque com água limpa da rede, verificando se há vazamentos durante o processo de recarga.

Desinfecção e cloração:

Observe o pH da água da rede.

A desinfecção química é realizada após a limpeza por meio da cloração da água no tanque até a concentração especificada em mg / litro (ppm) de cloro residual livre.

Determine o volume do tanque, a concentração necessária, o tempo mínimo de contato e a dose por m 3 de água.

Use um kit de teste de cloro para verificar o hipoclorito de sódio e não adicione produtos químicos ao tanque até que ele esteja cheio até a metade com água.

Adicione mais hipoclorito de sódio, se necessário, e teste novamente para atingir 50PPM de cloro residual livre no tanque. O cloro pode ser adicionado a 0,5 litros por m 3 e misturado no tanque.

A concentração de cloro livre é afetada pelo pH.

Não use em sistemas com pH superior a 8,5 e ajuste o tempo de contato de acordo com a Declaração de Método aprovada.

Uma vez que o nível necessário de cloro é alcançado e mantido, a saída do tanque pode ser aberta para permitir que a água clorada flua ao redor do sistema

A água clorada flui para todas as saídas e precisa ser verificada por um técnico abrindo sucessivamente torneiras e chuveiros. Use a Avaliação de Risco de Legionela mais atualizada (ou Avaliação de Risco de Higiene da Água) para identificar todas as sentinelas (pontos mais distantes) e saídas restantes.

Onde testar todas as torneiras / chuveiros não for possível ou prático, no mínimo, teste as sentinelas no final de cada tubulação junto com um número proporcional de saídas ao longo de cada perna.

Certifique-se de que 50PPM seja alcançado em todas as sentinelas por 60 minutos ou pelo menos 20PPM por 120 minutos.

Se você acredita que o tanque de água secará enquanto puxa a água pelo sistema, desligue a válvula de saída para evitar que o ar entre no sistema e reabasteça o tanque até a metade antes de adicionar outra dose de produto químico e completar o enchimento do tanque.

Se estiver desinfetando serviços quentes, deixe a água do tanque fluir para o calorificador.

Recomissionamento do sistema:

Após o tempo de contato necessário, a água clorada deve ser neutralizada com tiossulfato de sódio (não perigoso) se a desinfecção for> 5PPM. Você precisa de 2g de tiossulfato de sódio para diluir 1PPM por 1.000L de água.

Dissolva com água morna e dose o tanque. Deixe fluir por todo o sistema de distribuição de água e verifique se a água não é mais clorada usando papéis de amido / lodide.

Drene o tanque até a metade abrindo a válvula de drenagem ou usando uma bomba e bombeie para fora. A válvula de esfera é aberta para permitir que o tanque seja recarregado com água doce. Certifique-se de que a válvula de esfera fecha corretamente para que o tanque não corra o risco de encher demais.

Uma vez que o sistema tenha sido descarregado ou parcialmente drenado, o TDS deve ser medido e os níveis devem ser equivalentes ao abastecimento de água da rede de entrada (TDS dentro de 5%). Além disso, meça a concentração de cloro livre restante no tanque. Deve estar entre 0,5 e 0,1 PPM.

Registre os níveis alcançados na seção Comentários do Relatório de limpeza e desinfecção ou Livro de registro. Quando os níveis são aceitáveis, as etiquetas de advertência devem ser coletadas em todas as tomadas e o sistema devolvido para uso.

Passos finais:

Fotografe a condição da água antes de reaplicar a tampa do tanque.

Preencha uma etiqueta de desinfecção para cada tanque e indique se os serviços inativos foram incluídos no processo.

Assine e cole uma etiqueta em cada tanque e remova o adesivo antigo ou coloque sobre o anterior.

Se os serviços de aquecimento foram desinfetados, ligue o calorificador e certifique-se de que a temperatura da água seja no mínimo 50 ° C no retorno, ou 55 ° C em um ambiente de saúde. O fluxo do calorificador deve ser medido a um mínimo de 60 ° C. Adicione um adesivo de serviço ao calorificador para mostrar os detalhes da desinfecção.

Certifique-se de que todo o equipamento seja removido e todas as válvulas estejam abertas no tanque e (se aplicável) o calorificador (exceto válvulas de drenagem).

Quando limpar

Quando e com que freqüência você deve limpar varia, dependendo se os tanques de armazenamento de água fria são potável ou não. Os tanques de armazenamento de água fria potável precisam ser limpos com mais regularidade porque alimentam as saídas de água potável. A temperatura do tanque de entrada e saída deve ser inspecionada pelo menos uma vez por ano.

Uma inspeção interna para sinais de possível contaminação e detritos deve ser realizada a cada 6 meses para água potável e a cada 12 meses para água não potável.

Amostras microbiológicas devem ser colhidas a cada 6 meses para água potável e apenas conforme exigido por um esquema de controle para água não potável. Os tanques de água devem ser limpos e desinfetados anualmente (ou mais frequentemente se a inspeção considerar necessário) para água potável e somente quando a inspeção considerar necessária para água não potável.

Em última análise, a limpeza de tanques de água doméstica tem tudo a ver com a manutenção de uma boa higiene da água, saúde humana e sistemas de distribuição de água seguros.

Conheça mais Serviços feitos pela nossa empresa

Economia

Trabalhamos com o melhor custo do mercado, agilidade e comprometimento nos seguintes serviços: Desentupimento, Limpa Fossa, Hidrojateamento, Controle de Pragas, Desratização e outros. Fale Conosco
Ligue:
(11) 3691-2290
(11) 98522-6600